quarta-feira, agosto 09, 2006

O espaço e o tempo

O tempo perguntou ao espaço, porque o espaço o impedia de ser "Presente". O espaço retrucou ao tempo que o próprio tempo é que o deixava com uma aparência maior do que era. E, assim, ficaram a discutir, interminavelmente, por anos, séculos, quilômetros, milhas...
E eu aqui, a esperar que eles cheguem à conclusão final, para que eu mesma possa entender, o porquê de tanta saudade!

by Miriam, na espera da solução...

5 comentários:

Alexandra disse...

Não esperes pelo entendimento entre tempo/espaço, nunca mais daqui saírias. Gostei de cá vir, vi os teus mail's mas não posso agora responder-te pq não tenho os meios disponíveis.

Beijinhos, tudo de bom!

Alexandra

su disse...

Isso é uma luta entre gigantes que não se regem pelas mesmas regras que nós próprios fazemos segundo as nossas medidas...mas que inquieta e desconcerta não se pode negar.
Somos os átomos que pertencem a esse espaço-tempo, entre as curvas do acaso quando este se degladia com o destino. Uma força maior nos salva...entendo as palavras que deixas na Teia...e agradeço-as...tens sido como mais uma luz no meio da tempestade.

Beijinhos grandes de eterna amizade.

P.S. Dá um saltinho na Teia...está lá uma pequena brincadeira: um mail para o futuro. Gostava que lá deixasses o teu. E já agora a Leia também! : )

su disse...

Independentemente do tempo que for daqui a dois anos, mesmo que exista ou não a Teia...o mail terá de ser devolvido até ti.

Beijinhos grandes, minha amiga.

: )

su disse...

Vou de férias e regresso em Setembro...mas a Teia estará aberta, de vez em quando com eventuais tópicos novos...
Um beijo amigo e já saudoso das palavras que nos ligam.
Su.

antonior disse...

Olá, Miriam!

Eu, que sou amante de cafeína, tomo chá com a saudade nos encontros entre o tempo e o espaço... ;-)

Beijos

P.S.-Deixei um comentário nas tuas noites de verão!