terça-feira, outubro 24, 2006

Ausência


"Nem toda ausência é falta de amor."
Quando li esta frase acima, numa mensagem pessoal do MSN, resolvi colocá-la aqui.
Diz tudo...





by Miriam. Distante, mas presente.

7 comentários:

Carlos Henriques disse...

Perdi meu anjo faz tempo...
(tou de volta e logo me reconhecerás)

**beijos**

su disse...

Nem toda a ausência é falta de amor, sim é verdade...pode ser o tal compasso de espera, na nossa forma de olhar as coisas...o amor existindo está sempre no seu devido lugar, rodeando-nos e tratando-nos como o anjo que envias para que guarde cada um de nós no nosso caminho...isso também é uma forma de amor!!
: )

Linda!
Bom voltar a ver-te pela Teia. Saber de ti.

Beijos grandes.

Alexandra disse...

Olá Miriam,

só para te lembrar que:
"Nem toda ausência é falta de amor."

Beijinhos

Sandra Daniela disse...

Concordo, " nem toda a ausência é falta de amor", as ausencias ás vezes doem em nos, mas quando existe amor a presença é uma contante, nem que sela em pensamento, ou apenas no coração!!!

Mel disse...

Sim, Mirian,
A ausência pode ser Amor, puro amor... um espaço de crescimento interior (nosso e do outro) o tempo para o fortalecimento, para que os sentimentos se solidifiquem.
Todavia, acredito que não pode ser demasiado alongada ... (o que é ser demasiado?)... porque ai fica muito difícil de acreditar que existe verdadeiramente amor ...
A Solidão, a Saudade e a Incerteza são três ingredientes caústicos...
Só mesmo os Anjos nos podem ajudar!
Bjs de Mel

Guilherme F disse...

Nem todos os que estão sós, estão em solidão.
Gostei das palavras no meu blog.
Bjs

Bárbara Quaresma disse...

Uma frase bonita, sem dúvida...
Temos sempre um lugar especial no nosso coração para aqueles que gostamos, apesar da distância nos ter afastado...