terça-feira, janeiro 02, 2007

Uma resposta para "Rouxinol de Bernardim"

Olá, Rouxinol. Estou triste porque não posso te responder na tua casinha. Mas, haja vista a falta de oportunidade, aqui coloco meu pensamento em relação ao teu último post.
Comentas sobre a morte de muitas pessoas, que estavam em um barco. Não sei bem o caso. Mas, o que reclamavas, era da ausência de JESUS.
Porque usas esta onipotência, ao te referires ao nosso Deus?
Viemos à este mundo para cumprirmos uma missão. O nosso tempo não nos pertence. Sabes tu até quando viverás? Poderás ter alguma noção de como impedir a tua partida deste mundo? Podes tu conhecer o tempo no qual a missão de um semelhante foi cumprida? Conheces a quantidade de fios de cabelos em tua cabeça? Sabes quantos deles caem por dia? Caso não tenhas mais cabelos, que é uma possibilidade, saberias dizer isto quando tinhas cabelos? Claro que não.
Não temos a Ciência capaz de nos mostrar o nosso tempo.. a nossa missão. Somente Deus sabe quando está acabado. Somente Deus sabe se a missão foi cumprida (ou não) e se está na hora de irmos embora.
Sabes tu do futuro? Poderias dizer o que acontecería com estas pessoas, caso elas estivessem vivas , ainda hoje? Será que a morte e a passagem não foi melhor do que alguma desgraça maior em suas vidas?
Caro Rouxinol! Tens uma voz magnífica. Cantas divinamente bem. Um canto famoso em todos os lugares. Já pensaste em agradecer teus dons ao Deus que nos criou e que de graça "tos" deu?
A tristeza pela morte, pelo fim, é real e existe. Porque todos caminhamos para ela. Mas não queiramos fazer o papel divino de julgamento do tempo de cada um. Cada um tem o seu. Eu tenho o meu tempo, tu tens o teu. Ninguém vive eternamente, a não ser Deus. Ele tudo sabe. Nós, não.
Vamos procurar aceitar a morte como um fato e buscar o entendimento do que vem depois. Deixemos de julgar ao Deus que permitiu, ou que permite... Que cada perda sirva de sinal para nossas vidas. Que cada perda nos leve à introspecção do que estamos fazendo com o nosso tempo. Porque é um caminho pelo qual todos passaremos. E isto não podemos negar.
Permita, caro Rouxinol, comentários em tua casinha. Poderemos cantar, juntos, outras canções, outros poemas... porque uma divergência de pensamentos não significa a plenitude de divergências. E estaremos, sempre, aprendendo... cada vez mais.
Um feliz 2007 para ti e para todos que por aqui passam.

by Miriam, em resposta à Rouxinol de Bernardim

11 comentários:

mjose disse...

Olá Miriam,
Vinha deixar outras palavras, de um próspero ano novo...
Mas, esse formular de desejo de paz, saude, poderá ser em relação a cada novo amanhecer que temos para Viver.

Encontrei-me com este teu momento que li e sobre o qual também reflecti.

De entre o muito que poderia dizer,
permite-me deixar uma frase que tenho ouvido com frequência nestes ultimos tempos, de minha mãe - "Os desígnios de Deus são insondáveis..." .

Não só em relação ao (ou a) quem perdemos; também noutros momentos em que quase sentimos...os bons momentos da vida!

Seja como for,que cada um siga o seu rumo, de acordo com as suas verdades...com o seu modo próprio de sentir a Vida.
Tudo de bom.
Um beijo,

soul&body disse...

gostei de visitar o teu blog, gostaria de ter a mesma inspiração para escrever, mas a maior parte das vezes ela foge!!! um abraço

Eduardo Leite disse...

Miriam.

Saúde.

Por acaso,existe por acaso ?Fui ver meu blog e encontrei a sua mensagem,obrigado.É muito bom encontrar apoio,somatório,incentivo.

Agora, aqui estou, no seu blog,ouvindo música e viajando nas suas palavras.

Fico sabendo que são 16 hs e o cansaço somado a umas doses de ùisque me chamanm à cama, e eu vou,com a certeza que volto para me deleitar nos seus versos.

Deus te abençoe,doce Mirim. Um beijo com gosto de voltarei.

Eduardo
eduardoleite@gastroajuda.com.br

Simplesmente Outono disse...

Fui levada a adicioná-la em minha estação para que desta forma não a perca mais de vista.
Certamente serei presença assídua por aqui.
Folhas secas caídas pelo teu chão é o que deixa esta estação que vos fala.

Simplesmente Outono disse...

Obrigada por tanto carinho.
Obrigada de verdade e realmente.

Nilson Barcelli disse...

Não tenho capacidade para me meter em tal assunto.
Para mim é muito complicado.
Beijos.

Daniel Aladiah disse...

Concordo Miriam... não nos é dado saber quase nada sobre a nossa eternidade.
Um beijo
Daniel

filhodavida disse...

Olá, estava visitando os comentários do blog de uma "colega" minha quando reparei no seu comentário feito a ela, achei interessante e decidi clicar em seu nome e vim dar ao seu blog. Do que li achei interessante mas surgiu-me umas perguntas... Se Deus é tão bom que dizem e que comanda as nossas vidas então porque comanda determinados homens matar outros? Porque é que também determinadas pessoas com a alimentação que têm traçam a sua morte? Foi Deus que comandou fazer isso? É essa a sua bondade, matar os filhos que criou?

Fique bem e se puder dê um pulinho ao meu blog, se você quiser! ;)

Filho da Vida disse...

Olá de novo, obrigado por teres ido ao meu blog! Mas a meu ver estás a contradizer-te quando dizes "Deus só comanda a vida daqueles que se entregam a ELE" no meu blog e quando disseste "ao Deus que nos criou e que de graça "tos" deu?" no teu blog. Em segundo lugar gostaria de dizer que se executarmos o bom senso que temos todos em nosso interior em vez de acreditar, porque para isso é preciso fundamentos e não em vão, o que determinada religião nos diz viveríamos melhor porque todos nós sabemos que qualquer religião para se afirmar teve que derramar sangue e o cristianismo não é excepção! A Bíblia também ao longo da sua existência já sofre muitas alterações sempre dee forma a adpatar a cada geração do Homem e se se a Bíblia é o livro de Deus porque já sofre essas alterações?! E sou sim um "Filho da Vida" e não de Deus!

poeta_silente disse...

Resposta para o filho da vida:
Oi, Filho de Deus> Como não publicaste a minha primeira resposta no teu Blog, aqui deixo a segunda resposta. Vamos possibilitar a todos o acompanhamento destas palavras:

"Olá de novo, obrigado por teres ido ao meu blog! Mas a meu ver estás a contradizer-te quando dizes "Deus só comanda a vida daqueles que se entregam a ELE" no meu blog e quando disseste "ao Deus que nos criou e que de graça "tos" deu?" no teu blog"... "E sou sim um "Filho da Vida" e não de Deus!"
Olá! Filho de Deus que não quer ser de Deus. Eis aí a maior prova de que ELE só comanda a vida de quem O aceita. Pois que, se ELE te deu a vida gratüitamente, então nada pode cobrar. Onde está a contradição? Se te deu de graça, e tu não o aceitas como Senhor, continuas com a tua vida, com os teus dons... sem, no entanto, usá-los para cumprir a missão que ELE te destinou. Será que tens a paz? Será que és feliz? Será que, no fundo, te sentes completo? Tens a sensação de proteção total? Aquela proteção que te garante que nada de mal pode te acontecer? [Gn 32, 1-2 - ... (sobre os anjos) Este é o exército de Deus] - Porque ELE renova o vigor dos enfraquecidos, é o nosso Oásis nas tribulações externas. "Temei antes os que podem matar a alma!".
A grande arma dos Filhos de Deus é a esperança. Mas não uma esperança que teme.... mas uma esperança que tem a certeza de que Deus é fiel e não faltará com a Sua palavra. "No mundo tereis aflições... Mas tenha certeza.EU venci o mundo!"

"se executarmos o bom senso que temos todos em nosso interior..." De onde provém este teu bom senso? Pois que, para sabermos um caminho, de alguma forma temos que ter conhecimento dele antes. Pois, se tu tens um bom senso interior - como todos o tem - de alguma forma, que não foi nesta vida terrena, tomaste conhecimento dele. Se nunca tivesses provado e visto o suco de laranja, nunca terias noção e terias vontade de tomá-lo.

"A Bíblia também ao longo da sua existência já sofre muitas alterações.."
A Bíblia é um livro eterno. Ela foi escrita paulatinamente pelos profetas de Deus. Os quais sempre esperavam pelo Salvador. Complementou-se na Verdade através de JESUS CRISTO e Seus Ensinamentos: "Não vim para abolir a lei, mas para aperfeiçoá-la". Depois DELE ( e seus Apóstolos) nunca mais foi modificada. E em Apocalipse, versículos 18 e 19 está escrito que não podemos "ajuntar ou tirar" nada mais neste livro. O próximo livro, caro Filho de Deus, que não quer ser filho... vai ser escrito no segundo Advento. "Preparai-vos, pois. Eis que estou à porta e bato".

Deus te abençoe. A paz esteja contigo!
Miriam

antonior disse...

Olá, Miriam!

Não visitei ainda nenhum dos blogs referidos por aqui, mas penso fazê-lo com brevidade. Contudo, apesar do que conheces do meu pensamento e da concordância que nele existe com o teu, nalguns aspectos fundamentais, entendo que cada um está no seu processo existencial e a sua percepção da vida e das suas razões é intocável, desde que não ofenda o bem-estar e integridade dos outros. Resta-nos o direito de expressarmos o que pensamos. Todos nos influenciamos mutuamente, mas são demasiadas perguntas e o Mistério sem medida para aspirarmos a consenso.

Beijinhos