terça-feira, março 27, 2007

Sem nexo

A noite vai avançada...
Minha cabeça não coordena mais os pensamentos.
A dor no peito se faz presente
num reflexo vivo dos meus sentimentos.
Ah saudade que me mata e me engole
pouco a pouco...
A vida vai, de mansinho
se mostrando vulgar e incapaz
de me responder com amor.
O amor que eu dedico
e que não sinto me tocar.
A noite vai avançada.
E tenho vontade de fugir.
Sumir por aí... a dar risadas falsas
e dizer palavras sem nexo.
A noite vai avançada...
E eu me vou sozinha...
pelos caminhos do luar.
O tempo passa... e eu sem te ver.
Os anos passam ... e eu a sofrer.
A noite vai avançada...
e o amor se escondeu.
A vida vai avançada...
e quem sofreu, fui eu.

by Miriam. Mas, realmente... que coisinha mais sem fundamento e estranha, esta minha poesia. Não gostei nada, nada. Embora minha tristeza tenha me levado a escrevê-la. Mas que achei esquisita e sem nexo, conforme a palavra que ali deixei, ah isto achei. Pois... quem sabe, como não posso sair para a rua a dizer palavras sem nexo, eu as deixo gravadas aqui?...rsrsrsrs

15 comentários:

Flôr disse...

Apenas deixaste fluir o que te ia na alma... fizeste bem, porque ficou bonita esta poesia.

Eu cá gostei! :)

beijoca da Flor

MARIA VALADAS disse...

Gostei da tua poesia!

Minha querida Miriam... o que interessa... é o que escreves...é aquilo que sentes...

Poesia é assim...

E escreve...muitaaaa poesia... que eu gosto de te ler!

Beijinhos da

Maria

tibeu disse...

Gostei muito da tua poesia. parabens e um bj

poeta_silente disse...

Obrigada pelo elogio, Tibeu. Lástima n poder ver teus escritos.
Quando passares por aqui, novamente, diz-me de onde és. Moras em Portugal? Brasil? È bom sabermos de onde estão nos lendo.
Beijos.
Mas, devo-te dizer, com sinceridade. Só não apago esta poesia, porque ela foi escrita e gravada aqui, mesmo sem qualidade... mas que ainda acho ( e cada vez mais) sem fundamento e sem graça, ah isto eu acho, sim.

Daniel Aladiah disse...

Querida Miriam
É bem verdade que a tristeza aguça o engenho das letras, mesmo que pareçam sem nexo, o que não é o caso.
Um beijo
Daniel

Sandra Daniela disse...

... e quem vai dizer a um poeta... que aquilo que sai do coração, e expressado em palavras tem de ter nexo?! basta ser... sentido... bj grande

Menina do Rio disse...

As vezes escrevendo coisas que parecem sem nexo, mas não são; pelo menos pra quem escreve faz sentido mesmo que seja por um instante!

beijinhos

Kalinka disse...

Por aqui, a semana foi atribulada; começou muito mal, aos poucos foi melhorando... e, ontem, sábado culminou no melhor possível.
Uma Amiga da blogoesfera que tinha conhecido há 2 semanas quando visitei o Algarve, sabendo do meu estado depressivo, ofereceu-se para ser minha companheira para um dia de lazer... que bom que foi, lógico que aceitei, é de muitos momentos como os de hoje que eu preciso.
...e, peço a Deus que pela minha vida fora eu encontre outras Antónias, Suzetes e outras Ivones como as genuínas que ontem conheci e, o bem que me fez estar na companhia delas.
Ofereço a elas e a todas as mulheres do Mundo, estas belas flores.

BOM DOMINGO.

rosa maria disse...

Venho essencialmente deixar um agradecimento carinhoso pelas palavras de conforto deixadas no meu canto, mas, permite-me discordar do "que coisinha mais sem fundamento e estranha, esta minha poesia. "
Toda a poesia tem fundamento, e nenhuma é estranha, e por vezes o que para os outro parece sem nexo, para nós faz todo o sentido!!
Um abraço carinhoso, de mãe para mãe:)

rocha suave disse...

A vida não pode ser triste! Desabafa o que te vai na alma, e seguem em frente, vai à luta que ainda tens muitas alegrias para disfrutar!

www.rochasuave.blogs.sapo.pt

antonior disse...

Miriam

Antes de mais, obrigado pelas visitas que nos fazes apesar da nossa ausência. Bem hajas!

Quanto à qualidade da tua poesia, eu vejo-a onde tu não a encontras. A qualidade suprema da arte, seja ela qual for, é a emoção, antes do rigor técnico. A matéria prima do talento é a atitude, antes da forma. Essas qualidades encontro-as no que escreveste.

Quanto ao conteúdo, lembro-te o conteúdo de um mail teu, com um poema de H.Hesse que diz que o Amor necessita simplesmente de Amar e de nada mais precisa. Por isso é prefeito e preenche totalmente. Não sei se o senhor Hesse alguma vez atingiu esse estado, mas sabia que é assim. Eu também sei que é assim, e vou caminhando na vida à procura de um estado de graça, felizmente não tão longe como outrora.

Beijinhos

mªjosé disse...

Olá Miriam,
Perdoe a minha ausência de palavras mas nem sempre dá para estar com calma a reler,para depois poder comentar os seus versos.
Seja como for,,, que importa?
Escrevemos o que sentimos no momento...
Leia!

"A vida vai, de mansinho
se mostrando vulgar e incapaz
de me responder com amor.

A noite vai avançada...
e o amor se escondeu.
A vida vai avançada...
e quem sofreu, fui eu."

E agora, como dizer?! Sabe, eu sei muito pouco, quase nada!
Que sei eu?
Não tenho as respostas que gostaria de lhe dar. E, sim, a vida vai avançando.
Sofre-se?
...porque se sente, porque se tem a capacidade de amar. E, da noite, se faz dia, algumas vezes...
(hummm... estou meio sem palavras!)
Tudo de bom para a Miriam e sua família nesta Páscoa.

Com um beijo e um sorriso,

Alcebíades José disse...

Não achei parvo nem sem fundamento.
Mas acho ainda mais bonito podermos dizer coisas sem nexo, sem pudor nem retração.
www.omundodealcebiades.blog.com

Nilson Barcelli disse...

Não achei nada estranha e muito menos sem fundamento.
É natural que depois de ter escrito o poema, quando a tristeza já não a atormentava, se tivesse interrogado acerca do que escreveu.
Mas a poesia é assim mesmo. É um estado de alma do momento.
E esse estado foi muito bem descrito. Resumindo, gostei imenso deste seu poema.
Boa Páscoa.
Beijos.

girassol disse...

Olá Miriam

Porquê sem fundamento?!... Decerto, se de sua Alma, encerra todo o fundamento e nenhuma estranheza. Há momentos em que a tristeza, instalando-se, faz que sintamos, e digamos, neste seu caso escrevendo, sentidos sem nexo. Mas isso nada tem de errado. Aliás como você diz, precisamos soltar as palavras, mesmo as que exprimem o que nos parece sem nexo.

Reforço as palavras do meu Amor. Obrigada pelo que nos visitas. Nem sempre temos tempo. O tempo tem sido muito limitado e vamos fazendo a difícil gestão para que nos dê pelo menos para o básico e por vezes nem para isso. De qualquer maneira o importante é que estamos a "crescer" juntos na construção do Amor bonito que nos une. O tempo virá, a seu tempo...

Um beijo