quarta-feira, julho 04, 2007

Desculpem-me a ausência


Hoje me dei um tempo.. pouco. Uns 15 a 20 minutos de descanso, para poder entrar aqui e falar com meus amigos , que tão gentilmente me visitam e deixam comentários.
Nestas últimas semanas meu trabalho aumentou - com a graça de Deus - e estou completamente sem tempo para visitar os Blogs e retribuir as palavras tão amáveis que me deixam.
É do conhecimento de todos o tempo que gastamos quando pulamos de janela em janela, de Blog em Blog, a ler maravilhas (porque em todos que eu visito só vejo posts magníficos). Gostamos. Paramos. Analisamos. Relemos... Nos colocamos em concentração e fazemos uma análise do que lemos. Esta análise se baseia em imagens, palavras... silêncio... espaços em branco... espaços preenchidos. Só assim conseguimos fazer um comentário que seja adequado ao post que estamos lendo no momento. E, sim, isto leva tempo.
Um minuto que deixo de trabalhar estou perdendo dinheiro. Não posso me dar o prazer de viajar com vocês. E jamais murmuraría contra isto. Porque trabalho é uma benção de Deus.
Peço, então, que vocês me entendam. Entendam que eu não os visito, mas estou com saudades. Não comento, mas as palavras que digo para todos estão borbulhando, querendo sair e se postar nos comentários dos posts feitos a cada dia. Não viajo pelas janelas, mas meus olhos sonham em estar em cada cantinho onde eu os encontro. Porque a saudade é imensa.
Prometo que assim que puder estarei com vocês. Deixando minha amizade, meu amor, meu carinho. Porque é assim que me sinto em relação a todos.
Deus os abençoe.
Beijos
Miriam

by Miriam, num intervalo. Saudades.

Um comentário:

su disse...

Porque os intervalos também fazem parte desta constante que é a vida, logo têm a sua própria validade.
Porque tudo o que faz parte desta criação tem o seu propósito e qualquer consideração nunca o justificaria.
Porque tudo tem o seu tempo e lugar certos...
Porque nunca nos esquecemos uns dos outros; aqueles que se ligam através das palavras.
Porque sim!

Um beijo amigo e saudoso aqui da Teia.