quarta-feira, novembro 21, 2007

Respeitando as opções

Um sujeito estava colocando flores no túmulo de um parente, quando vê um chinês colocando um prato de arroz na lápide ao lado. Ele se vira para o chinês e pergunta:

- Desculpe, mas o senhor acha mesmo que o defunto virá comer o arroz?

E o chinês responde:

- Sim, quando o seu vier cheirar as flores!

Respeitar as opções do outro, em qualquer aspecto, é uma das maiores virtudes que um ser humano pode ter.
As pessoas são diferentes, agem diferente e pensam diferente.
Nunca julgue! Apenas tente compreender!

Seleção de Frei Germano Guesser - SC.

Blogged with Flock

sábado, novembro 17, 2007

Uma música em meu coração




MEU SEMPRE...

(Miriam Goularte)


Hoje não estás mais aqui...

Como te amei. Como sofri.

Foi um amor imenso,

sem fim, nem princípio.

Eterno.

O mundo não nos uniu,

apenas nos separou, constantemente.

Lembro teus olhos,

tuas mãos,

teu rosto lindo...

(lindo como um anjo)

E, hoje, anjo és.

Queria ter te beijado.

(Como não o fiz, choro teus lábios.)

Queria ter te amado.

(Como não o fiz, choro teu corpo.)

Queria, por ti, sentir-me amada.

(E, na ilusão, pequenos momentos ficaram.)

Ah! Como ainda te amo!

Como sofro tua partida.

Como vivo isolada do amor dos teus.

Que Deus te receba e te guarde!

Um dia estarei aí.


When a life was gone... and this life was a gem... but stayed a music, stayed a sound in my heart.
Sorry... my english is bad.


Contraste


Blogged with Flock


I know that I am able to say: "Because you never loved me..."

segunda-feira, novembro 05, 2007

I'm still loving you - Scorpions

Esta música... me toca profundamente. Nunca a esqueço. Sempre a toco no piano ou violão. Um dia destes, num aniversário, comecei a fazer o solo inicial e um menino - casado com a filha da minha amiga - disse-me que gostava muito. Ela atravessa gerações e toca corações. Não é? É uma música sempre atual. Estive no Blog do Solaris e, lá, escutei uma música do conjunto Scorpions. Gosto imenso deles. E busquei esta maravilha para que todos apreciem - Still loving you!



STILL LOVING YOU
Music: Rudolf Schenker
Lyrics: Klaus Meine


Time, it needs time
To win back your love again
I will be there, I will be there
Love, only love
Can bring back your love someday
I will be there, I will be there


I'll fight, baby, I'll fight
To win back your love again
I will be there, I will be there
Love, only love
Can break down the wall someday
I will be there, I will be there

If we'd go again
All the way from the start
I would try to change
The things that killed our love
Your pride has built a wall, so strong
That I can't get through
Is there really no chance
To start once again
I'm loving you...

Try, baby try
To trust in my love again
I will be there, I will be there
Love, our love
Just shouldn't be thrown away
I will be there, I will be there

If we'd go again
All the way from the start
I would try to change
The things that killed our love
Your pride has built a wall, so strong
That I can't get through
Is there really no chance
To start once again

If we'd go again
All the way from the start
I would try to change
The things that killed our love
Yes, I've hurt your pride, and I know
What you've been through
You should give me a chance
This can't be the end
I'm still loving you
I'm still loving you, I need your love
I'm still loving you

by Miriam, recordando

domingo, novembro 04, 2007

Mais um texto de Luiz Maia

Serena tranqüilidade
Luiz Maia

Você partiu sem me dizer uma palavra. O tempo passou sem que eu entendesse sua repentina viagem. A vida correu sem novidades, sem que eu me desse conta dessa imensa saudade. Até que as notícias me chegaram como por encanto, vindas de você. Só escuto palavras bonitas, às vezes indecisas, é certo, quando se refere a mim. Chego a imaginá-la diferente de quem é, e eu, de quem de fato sou. Palavras soam como versos que me embalam, expressando amor, levando-me a falar do quanto preciso de você para seguir minha alegria. Eu fico tentando expressar meu contentamento, mas confesso que pouco saberia dizer. Como falar, por exemplo, da saudade explícita que encobre desejos latentes, que chega a doer ao vê-los sucumbir nas entrelinhas? Não, dificilmente eu saberia falar...

Quando a leio, sinto-me criança outra vez. Aí não tem como não pensar em coisas que eu supus que não devesse nem dizer, mas é tudo balela. Querida, quão absurda e preconceituosa eram minha visão de vida, meu entendimento de mundo! Eu só sei que um dia eu a quis, mas você nunca me teve. Uma vez cheguei a dizer que a vida nos oferece tantas possibilidades e só deixamos de aproveitá-las por razões meramente culturais. Mas reconheço a força da cultura de um povo sobre os ímpetos advindos da natureza. Relembro aquele beijo não dado, a sensação de calor que percorria nossos corpos na iminência de mais um doloroso silêncio que nos envolvia. Lamento pelo abraço esquecido, pelos versos desfeitos, coisas bonitas que se perderam nos caminhos escuros que certamente não escolhemos seguir.

Penso em você e sou revestido de serena tranqüilidade. Há tantos ruídos na noite, há tantos gritos que incomodam meu sono, que chego a imaginá-la bem perto a mim, a me envolver com sua alegria. Num instante eu recupero a consciência, mas aí vem você a dizer que nossas mentes não envelhecem, que nossos corpos se amoldam às circunstâncias da vida. Mas acontece que fui surpreendido com o passar do tempo, e já nem sei se eu a quis um dia. Hoje olho na velhice dos outros e noto que também caminho com certa dificuldade. Meus gestos já não obedecem ao meu comando, abracei o cansaço de vez e talvez nem me reconheça mais. Nesses dias em que penso em você, colho imagens distorcidas, mesmo na vã recordação do que fomos outrora. Por que não vejo mais as estrelas errantes, distantes que estão dos meus olhos cansados?



Luiz Maia
http://br.geocities.com/escritorluizmaia/

A noite do meu bem

Deixo, aqui, dois vídeos. O primeiro com a música "Noite do meu bem" - Dolores Duran - cantada por Jesse. O segundo, uma homenagem à Dolores, que, por ter assistido no You Tube, não podería deixar de colocar aqui. Embora longo, podemos assistir vários artistas a cantarem, não somente esta música, mas outras mais. Entre eles, Roberto Carlos, Maysa, Tom Jobim, Nelson Gonçalves, Claudia Teles, Emílio Santiago, entre outros. E, nos permitindo ir até o final, veremos muitas maravilhas, que nos vão sendo narradas. Belíssima homenagem. Video raridade.
Para vocês:


Jesse: A noite do meu bem





Uma homenagem à Dolores Duran:




by Miriam. Uma visão do passado.