domingo, janeiro 06, 2008

Mário Quintana




6 comentários:

poeta_silente disse...

Minha querida. Lindo.
Eu costumo chamar isto de "ser verdadeira". Uma das minhas características. Sou minha verdade e faço conforme meu coração manda. Meu coração é casado com minha razão. Uma união perene, que os faz numa sintonia perfeita. Assim, meu tempo é o tempo que eu me permiti, a fazer o que aprendi, com o passar do tempo...
Deus te abençoe.
Miriam

POETA VAGABUNDO disse...

como diria um amigo meu...tempo / já faz tempo que é assim...
beijo vagabundo

su disse...

Parece que andamos todos em sintonia a falar do Tempo ou da ausência dele...mas é uma verdade, somos expropriados pela sua contagem decrescente! Há que o aproveitar muito bem!

Beijinhos grandes...com tempo!

MªJosé M. disse...

...Quando se vê são sete horas da manha :)
...Quando se vê... Foi o tempo???
Não sei!

Um tempo, para um beijo e deixar o desejo de um Bom Dia.

Sandra Daniela disse...

Krida!!! adorei a música!!! beijinhos!!!

A Flôr disse...

Como o tempo passa rápido.... demos sentido ao tempo que passa por nós...

Amo-Te no Amor de Jesus

Flor com carinho :D