sábado, setembro 06, 2008

Um poema....


Se tanto me dói que as coisas passem
É porque cada instante em mim foi vivo
Na luta por um bem definitivo
Em que as coisas de amor se eternizassem.




Sophia de Mello Breyner Andreson




A ti, Miriam, com carinho....

8 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Agradecendo visita!

lindo poema,escrito com poucas palavras, mas com gdes significados.
Bom fim de semana.

beijooo.

poeta_silente disse...

Minha querida amiga.
Que belíssimo poema. Agradeço, pois aqui colocaste o que estou a sentir em meu peito. Parece que penetraste em meu coração e percebeste meus sentimentos.
Lindo poema. E diz tanto...!
Obrigada.
Beijos
Miriam

DE-PROPOSITO disse...

As coisas de amor!... Algo que faz mover montanhas.
Fica bem.
Felicidades.
Manuel

Carla disse...

é nestes momentos que queremos para nós a eternidade
beijos

Nilson Barcelli disse...

Escolheste um belíssimo pensamento/poema da Sophia.
Obrigado pela partilha.

Beijinhos.

O Profeta disse...

Uma réstia de luz no crepúsculo
Uma súplica presa na brisa
Um caminho sem fim
Pela terra da tua lembrança


Convido-te a ver o diadema da Noiva do Mar

Boa semana


Mágico beijo

Tainah εïз disse...

Lido o poema!!!
Adoro poesias!!!
To começando agora meu blog...
As vezes vou postar poemas de minha autoria. Se puder, passa lá e deixa um comentário... Obg!
www.tainahborsano.blogspot.com/

soggyscheme disse...

belo, simples.

gostei da pic.

bj