terça-feira, outubro 20, 2009

Ausência

 

P3164268

 

Ando ausente dos Blogs. Mas sempre em casa. Meu olhar, todos os dias, se depara com esta paisagem.

Não tenho tido tempo para nada. Apenas trabalho e trabalho… e quando me sobra uma horinha, quero descansar.

Mas, creiam. Não esqueci meus amigos… aqueles que estão sempre me visitando.

Sei que estou devendo muitas visitas. A todos aqueles que sempre me trataram com consideração e respeito… a todos que partilham seus posts com carinho e verdade. Prometo estar presente assim que puder. Desculpem esta minha ausência.

Falta pouco para eu ser a Vovó mais coruja de todos os tempos. E, também por isto, tenho trabalhado dobrado.

Com certeza, assim que minha netinha nascer, vou avisar a todos.

Deus os abençoe.
Saudades

 

by Miriam

sexta-feira, julho 10, 2009

domingo, junho 14, 2009

MJ, quanta saudade!

Amiga querida.
Que surpresa te ver aqui, on line. Estava com saudades... demais.
Meu tempo anda curto, mas meu coração ainda te guarda num cantinho especial.
Este post é em tua homenagem. Pois poder falar contigo, depois de tanto tempo, estimula-me a parar e ter um tempo para amigas(os) especiais.
Beijos de feliz regresso...


by Miriam, para MJ

quinta-feira, abril 23, 2009

Você está triste, hoje?

E quem disse que você precisa fazer uma festinha todos os dias? Você é dono do direito de se recolher em si de vez em quando. De bater um papo com a tristeza e perguntar a ela porque veio se hospedar em você nestes dias.

Deve ouvi-la com atenção. E quando ela lhe disser que você a convidou, pois bem sabe o quanto é indesejada,e, só vem se a chamarem. Acredite!
A tristeza não é muito íntima da mentira, pelo contrário, ela nunca usou disfarces, você é que teima em fantasiá-la muitas vezes, vestindo-a com a falsa alegria.

Curta o seu momento triste. Tome um chá de serenidade com biscoitos de sabedoria e converse - sem pressa – com a sua tristeza. Revele a ela porque a convidou, confesse cada detalhe que fez com que você lhe enviasse a passagem e escancarasse a porta para ela entrar.

Permita-se descobrir que ao conhecer a fundo a tristeza, ela já não parecerá tão feia e assustadora.
Não se surpreenda ao achá-la sábia. Não se espante ao considerá-la necessária - de tempo em tempo - para pôr a casa em ordem, depois dos vários dias em que a euforia habitou em você.

Após revelar-se à tristeza - mais do que ela a você – ficar triste já não lhe soará tão mal. Diminuirá o ímpeto de afogá-la em tratamentos. Desaparecerá a vontade de matá-la com remédios. Entristecer já não causará desespero. Passará a ser somente o desejo de não abrir as cortinas enquanto não quiser, com o direito que é seu.

O que não pode, de forma alguma, é deixá-la morar com você para sempre. Trate-a como uma boa visita que, quando menos se espera já está de partida, sem qualquer promessa de retorno. Embora, você saiba que ela voltará assim que receber o seu convite.

Você está triste hoje? Aproveite! É um direito seu. Prometo que não vou bater na sua porta ou espiar pela cortina.


Léia Batista
(recebido por e-mail, este belo texto da Léia)

quarta-feira, março 04, 2009

Olá!

Olá!
Uma atualização nunca é demais, pois?
Um dia, pensando que eu nunca mais conseguiría vir para cá, postar comentários, etc, eu concluí que escrever era um dom, e dele eu não me afastaría jamais.
Portanto, assim que posso, venho correndo aos meus cantinhos e coloco algumas considerações que, mesmo tolas, demonstram que eu estou aqui... e ali... e ainda vivo.
Já atualizei o Noites de Verão, já modifiquei o Layout do meu site profissional, já criei dois layouts novos para clientes... e assim vai seguindo minha vida.
Devo admitir que não estou inspirada para fazer poesia... Mas considerem este post um "Trato" entre os "Tratos...".
Nem sempre serei poetiza... até penso que nunca fui... Mas sempre amarei escrever... escrever... Até que, um dia, possa dizer aos meus netinhos:
- " Olhem lá neste endereço... Ali está a vida dos Blogs da Vovó!"


Abraços a todos
Miriam

sábado, fevereiro 14, 2009

Ainda estou aqui!

Olá!
Embora afastada dos Blogs, em virtude de total falta de tempo, ainda estou por aqui...
O ano passa depressa. E já estamos em fevereiro. Hoje é o último dia do horário de verão. E nosso verão ainda tem muito tempo pela frente.
Não sei mais o que escrever... pois a inspiração há muito deixou de bater na minha porta. Mas, de qualquer forma, não posso deixar de colocar um carinho para meus amigos.
Os amigos do hemisfério norte estão pensando na primavera que está quase a chegar. Eu estou a pensar no verão que "ainda falta muito para terminar". Só na forma como escrevo já devem perceber que eu não gosto do verão. É uma estação cansativa, desgastante, que somente faz com que estejamos bem caso estejamos de férias. O que não podemos dizer igual de qualquer outra estação do ano.
Portanto, meus queridos amigos. Aqui deixei meu rastro.
Obrigada pelos e-mails, pelas palavras ternas. Nunca poderia esquecer nenhum de vocês.
Voltarei com mais inspiração.
Deus os abençoe


by Miriam